Para quem?

A participação no concurso é aberta aos formandos que tenham desenvolvido seu trabalho final de graduação e concluído integralmente e sem dependências o curso de Arquitetura e Urbanismo no ano letivo de 2020, em cursos brasileiros devidamente autorizados pelo Ministério da Educação (MEC).

Objetivo

O objetivo é reunir projetos de arquitetura paisagística produzidos na universidade de modo a investigar quais iniciativas de projeto sobre o tema vem sendo realizadas, incentivando, assim, a participação conjunta das universidades ao evento que relacionem a produção do homem junto à paisagem. Participe e abap-se!

Reconhecemos através da promoção deste concurso que a academia é um grande gerador de conhecimento na área de Arquitetura Paisagística e pretendemos desta forma divulgar os melhores exemplos desta produção. A participação é aberta aos estudantes graduados nos cursos de Arquitetura e Urbanismo do ano letivo de 2020 de todo território nacional em cursos aprovados pelo Ministério da Educação e indicados por suas respectivas universidades. 

Como?

Os trabalhos finais de graduação concorrentes deverão obedecer aos critérios internos e à orientação didática dos respectivos cursos, no que se refere a tema, conteúdo e desenvolvimento, desde que se enquadrem em Projeto de Arquitetura da Paisagem.

Critérios de Avaliação

Os trabalhos participantes devem estar em conformidade com as exigências previstas em regulamento, e deverão abranger os seguintes critérios:

  • Pertinência do tema (relevância temática apontando o problema que se propõe a resolver);
  • Partido arquitetônico/paisagístico (relação entre conceito e desenho de paisagem, ou seja, como o desenho do projeto revela o conceito estruturador);
  • Grau de desenvolvimento e aprofundamento das pesquisas que fundamentam a proposta (considerações sobre infraestrutura, materiais, definição do programa, dimensionamento e detalhamento);
  • Inserção no contexto (relação com o contexto urbano: vegetação, topografia, clima e os aspectos socioculturais que revelem a identidade do lugar);
  • Solução formal (considerações sobre caráter, identidade, unidade de linguagem, proporção, equilíbrio);
  • Coerência entre a ideia e o resultado projetual (coerência gramatical entre ideias e o projeto);
  • Apresentação e comunicação do trabalho (grafismo, legibilidade - texto claro, legível, sucinto -, diagramação da prancha, acabamento).

Inscrições

As escolas, através do diretor, coordenador do curso ou grupo de disciplinas de paisagismo, deverão se inscrever no site do prêmio e indicar até 2 (dois) trabalhos. Receberão um login e senha para que as instituições participantes façam upload no site de seu (s) TFGs - Trabalhos Finais de Graduação- (em duas prnachas A1, em arquivos PDF).

Julgamento

A comissão julgadora formada por professores, arquitetos paisagistas e especialistas da área (três profissionais) fará uma avaliação por regiões, destacando um primeiro rêmio de cada uma delas:

  • REGIÃO 1 - ACRE, AMAPÁ, AMAZONAS, DISTRITO FEDERAL, GOIÁS, MATO GROSSO DO SUL, MATO GROSSO, PARÁ, RONDÔNIA, RORAIMA, TOCANTINS.
  • REGIÃO 2 - ALAGOAS, BAHIA, CEARÁ, MARANHÃO, PARAÍBA, PERNAMBUCO, PIAUÍ, RIO GRANDE DO NORTE, SERGIPE.
  • REGIÃO 3 - ESPÍRITO SANTO, MINAS GERAIS e RIO DE JANEIRO.
  • REGIÃO 4 - SÃO PAULO
  • REGIÃO 5 - PARANÁ, SANTA CATARINA, e RIO GRANDE DO SUL

Prêmio

1o LUGAR PARA CADA UMA DAS REGIÕES

  • 1 certificado para o autor do projeto
  • 1 certificado ao orientador
  • 1 certificado para a instituição